quinta-feira, 15 de março de 2012

Aulas de Anatomia


Nas provas de Anatomia, tem sempre alguém:
- que “meleca” a folha naquela água misturada com formol que sai das peças.
- que está na questão 8, mas começa a escrever na 1 e rabisca a prova toda.
- que reclama “Pô fessora, cê caprichou, hein?”
Tem sempre alguém:
- que confunde artéria com veia, carótida com parótida ou carótida com coronária.
- que tenta olhar a questão da frente ou de trás pra “adiantar o expediente”.
- que “tem um branco” e não lembra nada.
Tem sempre alguém:
- que escolhe um colega bom pra fazer a prova em dupla.
- e um aluno bom que carrega o colega nas costas.
Tem sempre alguém:
- que tira QUASE zero
- e outro que tira QUASE nota máxima. Ou tira nota máxima mesmo - Ainda bem!
Tem sempre alguém:
- que mostra que nosso esforço não foi em vão
- e outros que mostram que... embora se esforcem... É! Precisam estudar um pouquinho mais.
Tem sempre alguém:
- que nos tira do sério. A gente fica brava. Dá bronca.
- mas depois... se desculpam... e tudo bem.
Mas tem sempre alguém:
- que nos faz sentir a melhor professora do mundo... ou pelo menos... a mais feliz!
Tem sempre:
-  um ex aluno que passa no corredor e nos diz “Ah! Que saudades de você, viu”.
- Nossa! Isso faz tudo valer a pena!
Tem sempre alguém:
- que não nos deixa esquecer como é bonito ensinar.
Tem sempre alguém:
- que pergunta, mesmo depois de eu ter falado mil vezes “Professora, ‘a’ é azul, ‘b’ é branco???????? (enfatiza essa interrogação).
Tem sempre alguém:
- que entrega aquela questão em branco, embora eu tenha falado cem vezes que ela ia cair na prova.
E tem sempre aquele:
- que pergunta “Fessôra, isso cai na prova?”. E aí, é claro, não dá nem vontade de responder.
Tem sempre um que diz:
- “Ih! Passei o gabarito errado. E agora?
- e sempre a mesma resposta: DANÇOU.
Tem sempre alguém:
- que jura que perdeu a prova porque “o ônibus quebrou, eu tava doente, minha mãe tava no hospital, meu time jogou. Dá pra fazer outro dia?
- ai, ai. E o pior é que a gente deixa. Fazer o quê?
Mas, às vezes tem gente:
- que nos surpreende... e quando a gente menos espera, tira 10. Salva seu ano e lava nossa alma.
E é claro. Tem sempre alguém:
- que pega DP, volta no ano seguinte e vive tudo novamente. Mas, de uma maneira tão nova que nem parece nosso velho conhecido.

Tem também:
- pessoas muito especiais. Que dão beijos e não têm medo de assumir que nos amam.
E tem aqueles:
- tímidos e que embora não demonstrem, nos amam também.
Há, sem dúvida, aqueles:
- cujo santo não bate com o nosso e não conseguem nos amar.
Tem aqueles:
- que também amamos mais.
- é comum. Afinal, somos humanos e não agradamos a todos e não nos agradamos com todos.

Não importa! O que importa é que mesmo sendo diferentes, tentamos nos entender e damos o nosso melhor.

Um comentário:

  1. nossa !!! MA ...ameiiiii ,..lindooooooooooo....espero que eu nao seja o alunoq ue tira zero e pega DP...ashuahushua...amo vc.;..

    ResponderExcluir